Ouvidoria

Ato Assunto
Rede

A Rede de Ouvidorias Públicas do Amazonas foi criada oficialmente na data de 08 de novembro de 2018, na ocasião do 2º Simpósio de Nacional de Ouvidorias, realizado no auditório Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), quando foi assinado o Protocolo de Intenções n.º 01/2018 por representantes das Ouvidorias dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e mais o Ministério Público.

A Rede tem o escopo de promover a cooperação mútua e a articulação entre as ouvidorias do Estado, de modo a possibilitar a integração de suas atividades, ações, intercâmbio de informações e integração de processos e sistemas para o compartilhamento das manifestações registradas pelos cidadãos nos órgãos, fortalecendo, desse modo, a ferramenta de transparência pública, o controle social e a democracia participativa.

Legislação

Lei Complementar n.º 011/1993: dispõe sobre a Lei Orgânica do Ministério Público do Estado do Amazonas e dá outras providências.


Resolução n.º 029/2007 - CPJ: dispõe sobre a instalação da Ouvidoria-Geral do Ministério Público do Estado do Amazonas, regulamenta a indicação e escolha do Ouvidor e dá outras providências.

Fundamentos

A criação, atribuições e funcionamento das Ouvidorias do Ministério Público estão previstos e disciplinados no Art. 130-A, §5.º da Carta Magna de 1988, que possui a seguinte redação.

Art. 130-A: [...]
[...]
§5.º – Leis da União e dos Estados criarão Ouvidorias do Ministério Público, competentes para receber reclamações e denúncias de qualquer interessado contra membros ou órgãos do Ministério Público, inclusive contra seus serviços auxiliares, representando diretamente ao Conselho Nacional do Ministério Público.

No âmbito deste Parquet, o Art. 338-A da Lei Orgânica do MP-AM, cria a Ouvidoria do Ministério Público do Estado do Amazonas, conforme redação a seguir.

Art. 338-A: Fica criada a Ouvidoria do Ministério Público do Estado do Amazonas, em consonância com o disposto no art. 130-A, § 5º da Constituição Federal, na redação dada pela Emenda Constitucional nº 45/04, com o objetivo de contribuir para elevar, continuamente, os padrões de transparência, presteza e segurança das atividades desenvolvidas pela instituição e o fortalecimento da cidadania.
§ 1.º – As atribuições e estrutura da Ouvidoria serão disciplinadas por resolução do Colégio de Procuradores de Justiça.
§ 2.º – Fica criado o cargo de Ouvidor-Geral do Ministério Público, a ser provido por membro ativo ou inativo, cuja forma de provimento e atribuições serão disciplinados por resolução do Colégio de Procuradores de Justiça.
§ 3.º – O Ouvidor-Geral do Ministério Público fará jus a uma gratificação no percentual de 8% (oito por cento) calculados sobre o subsídio de Procurador de Justiça

Faça sua Denúncia

 

Os interessados poderão comunicar-se com a Ouvidoria-Geral das seguintes maneiras:

a) por formulário eletrônico, pelo link http://denuncia.mpam.mp.br

b) por e-mail, no endereço atendimento.ouvidoria@mpam.mp.br

c) por WhatsApp, no telefone (92) 3655-0745, de segunda a sexta-feira, via mensagem de texto;

d) presencialmente, comparecendo a uma das 2 (duas) unidades da Ouvidoria-Geral, de segunda a sexta-feira, de 08h às 14h, nos endereços abaixo informados:

Ouvidoria-Geral - Unidade Sede
Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança - Manaus/AM
Acesse o mapa de localização

Ouvidoria-Geral - Unidade Aleixo
Av. André Araújo, 23 - Aleixo - Manaus/AM
Acesse o mapa de localização

e) por telefone, através do Disque-Denúncia 0800 092 0500, de segunda a sexta-feira, de 08h as 14h;

f) via postal, para o endereço da Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança - Manaus/Am - CEP.: 69.037-473;

g) pelo Disque 100 (Disque Direitos Humanos) e Ligue 180 (Central de Atendimento à Mulher), canal disponibilizado pela Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, mantido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, acessível em https://www.gov.br/mdh/pt-br/ondh

h) pelo Fala.BR (Plataforma Integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação do Governo Federal), canal mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU), pelo link https://falabr.cgu.gov.br/

Equipe

Dra. JUSSARA MARIA PORDEUS E SILVA (BIÊNIO 2021/2023)
Procuradora de Justiça
Ouvidora-Geral

ED TAYLOR MENESES DE SOUSA
Chefe do Centro de Atendimento ao Público da Ouvidoria-Geral

ADENILSON ROBERTO DE OLIVEIRA FILHO

ALEXSANDRO SILVA DOS SANTOS

CHEINE ARAÚJO PEREIRA

DENYSE SANTOS DE MELO

DOROTHY FERREIRA SOARES DE SOUZA

DULCILENE AVELINO PEDROSA

EDVALDO GOMES FEITOZA

LUIZA AUGUSTA QUEIROZ MARQUES

PIETTRA PICANÇO DE OLIVEIRA

SARAH LOPES FREITAS

Competência

O art. 2.º da Resolução n.º 029/2007 - CPJ, a qual dispõe sobre a instalação da Ouvidoria-Geral do Ministério Público, regulamenta a indicação e escolha do Ouvidor e dá outras providências, estabelece as competências da Ouvidoria-Geral, a saber:
I – receber, examinar e encaminhar representações, reclamações, críticas, apreciações, comentários, elogios, pedidos de informações e sugestões sobre as atividades desenvolvidas pelo Ministério Público;
II – representar, à vista de graves indícios de ocorrência dos fatos noticiados, diretamente ao Conselho Nacional do Ministério Público, nas hipóteses de sua
competência ou, conforme o caso, aos órgãos da Administração Superior do Ministério Público, para adoção das providências cabíveis;
III – determinar o arquivamento das representações, reclamações e peças de informação contendo fatos que não apontem irregularidades ou que não estiverem fundamentadas;
IV – divulgar, permanentemente, seu papel institucional à sociedade;
V - elaborar e encaminhar ao Procurador-Geral de Justiça e ao Corregedor-Geral do Ministério Público relatório trimestral consolidado das representações, reclamações, críticas, apreciações, comentários, elogios, pedidos de informações e sugestões recebidas, bem como os seus encaminhamentos e resultados;
VI – manter intercâmbio e celebrar convênio com entidade pública ou privada que exerça atividades similares, com vistas à consecução dos seus objetivos;
VII – fazer registrar os expedientes protocolizados na Ouvidoria, informando ao interessado sobre as providências adotadas e os resultados obtidos, excetuados os casos em que a lei assegurar o dever de sigilo;
VIII – organizar e manter atualizado arquivo de documentação relativo às notícias de irregularidades, representações, reclamações, críticas, sugestões e elogios recebidos;
IX – dar conhecimento ao Procurador-Geral de Justiça, ao Corregedor-Geral do Ministério Público ou ao Conselho Nacional do Ministério Público, sempre que solicitado, das denúncias, reclamações e representações recebidas.
Parágrafo Único – As respostas aos interessados dar-se-ão no prazo de 30 (trinta) dias, salvo justo motivo.

Unidades

Unidades da Ouvidoria-Geral

Ouvidoria - Unidade Sede
Localização: Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança
Edifício-sede do MP-AM
Horário: Segunda a Sexta-feira, das 8h às 14h.
Telefones: (92) 3655-0724 / 0745

Ouvidoria - Unidade Aleixo
Localização: Av. André Araújo, 23 – Aleixo
Horário: Segunda a Sexta-feira, das 8h às 14h.

.

Ovidoria Geral do MPAM 1 4072e

CONCEITO

Canal permanente de comunicação e diálogo do Ministério Público amazonense com a sociedade, criado para o recebimento de demandas (representações, reclamações, críticas, sugestões, elogios e pedidos de informações) relacionadas às atividades desenvolvidas pelo MPAM. Para tanto, o interessado deve entrar em contato com a Ouvidoria pelos canais abaixo informados.

FUNÇÃO

1) Receber, examinar e encaminhar representações, reclamações, críticas, elogios, sugestões e pedidos de informações sobre as atividades desenvolvidas pelo Ministério Público do Estado do Amazonas ou relacionadas ao seu objeto de atuação.
2) Prestar informações, elaborar e encaminhar ao Procurador-Geral de Justiça, Corregedor-Geral, Colégio de Procuradores de Justiça e Conselho Superior do Ministério Público, no âmbito do MP/AM e ao Conselho Nacional do Ministério Público, no âmbito nacional, relatório trimestral das manifestações recebidas.
3) Manter intercâmbio e celebrar convênios com entidades públicas ou privadas que exerçam atividades similares, com vistas à consecução dos seus objetivos.

ATUAÇÃO

A Ouvidoria atua em âmbito institucional interno e externo, recebendo e encaminhando manifestações relacionadas à competência do MPAM (representações, reclamações, críticas, sugestões e elogios), bem como pedidos de informações, relacionadas ao funcionamento e atuação ministerial.

CANAIS DE DENÚNCIA E MANIFESTAÇÃO

Formulário eletrônico: http://denuncia.mpam.mp.br
E-mail: atendimento.ouvidoria@mpam.mp.br
WhatsApp: (92) 3655-0745, de segunda a sexta-feira, via mensagem de texto
- Presencial: nos dois endereços abaixo, de segunda a sexta-feira, de 08h as 14h

Ouvidoria - Unidade Sede
Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança - Manaus/AM
Acesse o mapa de localização

Ouvidoria - Unidade Aleixo
Av. André Araújo, 23 - Aleixo - Manaus/AM
Acesse o mapa de localização

Disque-Denúncia: 0800 092 0500, de segunda a sexta-feira, de 08h as 14h

- Via Postal: para o endereço da Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança - Manaus/AM - CEP.: 69.037-473.

Conheça os canais de interlocução com o Ministério Público

CANAIS DE DENÚNCIA bcd1a

 

 Formulário eletrônico

Você pode encaminhar sua manifestação preenchendo o formulário eletrônico da Ouvidoria-Geral. É simples e rápido.
Sua manifestação poderá ser de forma identificada, sigilosa ou anônima.

Para registrar sua manifestação clique aqui

 

arroba fb50f E-mail

Você também pode encaminhar sua manifestação para o e-mail atendimento.ouvidoria@mpam.mp.br

 

whatsapp-icone-2 2ba24 WhatsApp

Você poderá encaminhar sua manifestação para o WhatsApp da Ouvidoria-Geral, basta mandar uma mensagem de texto para o número (92) 3655-0745, de segunda a sexta-feira.

 

caps Atendimento Presencial

No atual estágio da pandemia da COVID-19, o ingresso nas dependências do Ministério Público do Estado do Amazonas dependerá de comprovação de vacinação contra a COVID-19.

A vacinação a ser comprovada corresponderá ao ciclo vacinal completo, instituído pelos órgãos competentes, a saber:
a) 14 (quatorze) dias ou mais, após a segunda dose da vacina Coronavac;
b) 7 (sete) dias ou mais, após a segunda dose da vacina Pfizer;
c) 14 (quatorze) dias ou mais, após a vacina Janssen;
d) 28 (vinte e oito) dias, após a segunda dose da vacina Fiocruz/AstraZeneca.

Você será pessoalmente atendido por um servidor administrativo do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) que registrará a manifestação ou, em casos que fujam à área de atuação do MP-AM, receberá a devida orientação ou será encaminhado ao órgão competente.

O atendimento presencial é realizado nas unidades da Ouvidoria-Geral nos seguinte endereços:

Ouvidoria - Unidade Sede
Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança
Horário: Segunda a Sexta-feira, de 08h as 14h.
Acesse o mapa de localização

Ouvidoria - Unidade Aleixo
Localização: Av. André Araújo, 23 – Aleixo
Horário: Segunda a Sexta-feira, de 08h as 14h.
Acesse o mapa de localização

 

Disque Denúncia

O Disque Denúncia é um serviço gratuito que permite ao cidadão realizar sua manifestação por telefone.
Estamos atendendo pelo telefone 0800 092 0500, de segunda a sexta-feira, de 08h as 14h, em dias úteis.

 

interrogacao denuncia icoPerguntas Frequentes
Tire suas dúvidas clicando em Respostas às perguntas mais frequentes da sociedade

 

arte-denuncie-aqui 2

Você pode denunciar sobre assuntos de Direito Coletivo e/ou Direito Difuso: crimes ambientais e urbanísticos, saúde, transporte coletivo, desvio de dinheiro público, educação, consumidor, idosos, portador de deficiência, criança e adolescente, atividades policiais, crime organizado, emfim, sobre violações aos direitos do cidadão.

Uma vez registrada a denúncia por quaisquer dos meios expostos acima, serão eles apurados pelo Ministério Público, e o resultado comunicado ao denunciante.

 

Página atualizada pela Ouvidoria-Geral em 09/11/2021.

denuncia online

Ouvidoria-Geral

Ouvidoria-Geral do Ministério Público do Estado do Amazonas

Apresentação

Com a figura do Ouvidor e a concepção de Ouvidoria, a sociedade, ainda refém do patrimonialismo e do autoritarismo, passou a contar com um canal legítimo de atendimento ao cidadão, neutro, imparcial e diligente, pois, com a Constituição Cidadã de 1988, a Ouvidoria renovou-se e mostrou sua força e abrangência, quando, no seu Art. 37, § 3.º, garantiu as formas de participação do usuário na administração pública direta e indireta.

Quanto às Ouvidorias do Ministério Público, efetivamente a Carta Magna concedeu fundamento legal quando incluiu no texto constitucional artigo que trata da criação, atribuições e funcionamento de tais Ouvidorias. Seguindo os mesmos rumos, o Ministério Público do Estado do Amazonas tem dado sua contribuição para a construção de um Estado Democrático de Direito, e uma das medidas para esse desafio foi a criação da Ouvidoria-Geral, que deve caminhar para a plenitude do exercício desse papel. Eis, portanto, um mecanismo para dar força às questões que envolvem a sociedade e, assim, cumprir com êxito nossa missão institucional.

A Ouvidoria-Geral é um canal permanente de comunicação e interlocução com a sociedade que permite o recebimento de denúncias, reclamações, críticas, sugestões e elogios, relacionados aos serviços e atividades desenvolvidos pelo Ministério Público do Estado do Amazonas.

Topo

Fundamentação legal

A criação, atribuições e funcionamento das Ouvidorias do Ministério Público estão previstos e disciplinados no Art. 130-A, §5.º da Carta Magna de 1988, que possui a seguinte redação.

Art. 130-A: [...]
[...]
§5.º – Leis da União e dos Estados criarão Ouvidorias do Ministério Público, competentes para receber reclamações e denúncias de qualquer interessado contra membros ou órgãos do Ministério Público, inclusive contra seus serviços auxiliares, representando diretamente ao Conselho Nacional do Ministério Público.

No âmbito deste Parquet, o Art. 338-A da Lei Orgânica do MP-AM, cria a Ouvidoria do Ministério Público do Estado do Amazonas, conforme redação a seguir.

Art. 338-A: Fica criada a Ouvidoria do Ministério Público do Estado do Amazonas, em consonância com o disposto no art. 130-A, § 5º da Constituição Federal, na redação dada pela Emenda Constitucional nº 45/04, com o objetivo de contribuir para elevar, continuamente, os padrões de transparência, presteza e segurança das atividades desenvolvidas pela instituição e o fortalecimento da cidadania.
§ 1.º – As atribuições e estrutura da Ouvidoria serão disciplinadas por resolução do Colégio de Procuradores de Justiça.
§ 2.º – Fica criado o cargo de Ouvidor-Geral do Ministério Público, a ser provido por membro ativo ou inativo, cuja forma de provimento e atribuições serão disciplinados por resolução do Colégio de Procuradores de Justiça.
§ 3.º – O Ouvidor-Geral do Ministério Público fará jus a uma gratificação no percentual de 8% (oito por cento) calculados sobre o subsídio de Procurador de Justiça

Topo

Competências da Ouvidoria-Geral

O art. 2.º da Resolução n.º 029/2007 - CPJ, a qual dispõe sobre a instalação da Ouvidoria-Geral do Ministério Público, regulamenta a indicação e escolha do Ouvidor e dá outras providências, estabelece as competências da Ouvidoria-Geral, a saber:
I – receber, examinar e encaminhar representações, reclamações, críticas, apreciações, comentários, elogios, pedidos de informações e sugestões sobre as atividades desenvolvidas pelo Ministério Público;
II – representar, à vista de graves indícios de ocorrência dos fatos noticiados, diretamente ao Conselho Nacional do Ministério Público, nas hipóteses de sua
competência ou, conforme o caso, aos órgãos da Administração Superior do Ministério Público, para adoção das providências cabíveis;
III – determinar o arquivamento das representações, reclamações e peças de informação contendo fatos que não apontem irregularidades ou que não estiverem fundamentadas;
IV – divulgar, permanentemente, seu papel institucional à sociedade;
V - elaborar e encaminhar ao Procurador-Geral de Justiça e ao Corregedor-Geral do Ministério Público relatório trimestral consolidado das representações, reclamações, críticas, apreciações, comentários, elogios, pedidos de informações e sugestões recebidas, bem como os seus encaminhamentos e resultados;
VI – manter intercâmbio e celebrar convênio com entidade pública ou privada que exerça atividades similares, com vistas à consecução dos seus objetivos;
VII – fazer registrar os expedientes protocolizados na Ouvidoria, informando ao interessado sobre as providências adotadas e os resultados obtidos, excetuados os casos em que a lei assegurar o dever de sigilo;
VIII – organizar e manter atualizado arquivo de documentação relativo às notícias de irregularidades, representações, reclamações, críticas, sugestões e elogios recebidos;
IX – dar conhecimento ao Procurador-Geral de Justiça, ao Corregedor-Geral do Ministério Público ou ao Conselho Nacional do Ministério Público, sempre que solicitado, das denúncias, reclamações e representações recebidas.
Parágrafo Único – As respostas aos interessados dar-se-ão no prazo de 30 (trinta) dias, salvo justo motivo.

Topo

Sobre as manifestações

De acordo com a Resolução CNMP n.º 180, de 7 de agosto de 2017, as manifestações são enquadradas nas seguintes classes:

Reclamações: manifestações de insatisfação, investidas ou não de gravidade, com responsabilidade de ação ou omissão atribuída ao Ministério Público, aos membros ou seus serviços auxiliares;

Críticas: manifestações de censura contra ato, procedimento, serviço ou posição adotada pelo Ministério Público, pelos membros ou pelos serviõs auxiliares;

Representação: manifestações residuais em relação à Reclamação, à Crítica e ao Pedido de Informação. Nessa classe, incluem-se as demandas cujo Ministério Público possui o dever legal de agir, como por exemplo: acessibilidade, concurso público, consumidor, controle externo da atividade policial, crimes, discriminação de gênero, etnia, condição física, social ou mental, educação, eleitoral, execução penal, idoso, improbidade administrativa, infância e juventude, meio ambiente, saúde, serviços públicos, sindical e questões análogas, violência doméstica;

Sugestões: proposta de melhoria e aprimoramento do serviços do Ministério Público, além de propostas de inovação de procedimentos ou serviços prestados;

Elogios: manifestações de satisfação ou reconhecimento da qualidade dos serviços prestados, dos atos ou procedimentos executados pelo Ministério Público, pelos membros ou seus serviços auxiliares;

Pedido de Informação: manifestações que se enquadrem aos dispositivos da Lei de Acesso à Informação (Lei n.º 12.527/2011). Para outras informações, clique aqui e acesse a página criada para aprimorar o acesso fácil do cidadão às informações e dados do Ministério Público do Estado do Amazonas, de natureza pública.

Topo

Como fazer sua manifestação

O manifestante poderá fazer seu registro das seguintes maneiras:

a) pessoalmente, comparecendo a uma das unidades da Ouvidoria-Geral (em razão da pandemia da COVID-19 o atendimento presencial está temporariamente suspenso);

b) por carta, no endereço de correspondência indicado abaixo;

Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Amazonas
Ouvidoria-Geral do Ministério Público do Estado do Amazonas
Av. Cel. Teixeira, n.º 7.995 – Nova Esperança
CEP: 69.037-473
Manaus – AM

c) por telefone, através das linhas gratuitas 0800 092 0500; e

d) por formulário eletrônico (Denúncia On-line).

Os registros de manifestação devem ser realizados, preferencialmente, pelo formulário eletrônico.

No entanto, caso não consiga realizar sua manifestação pelo formulário eletrônico, basta enviar um e-mail para atendimento.ouvidoria@mpam.mp.br

Topo

Unidades da Ouvidoria-Geral

Ouvidoria - Unidade Sede
Localização: Av. Cel. Teixeira, 7995 - Nova Esperança
Edifício-sede do MP-AM
Horário: Segunda a Sexta-feira, das 8h às 14h.
Telefones: (92) 3655-0724 / 0745

Ouvidoria - Unidade Aleixo
Localização: Av. André Araújo, 23 – Aleixo
Horário: Segunda a Sexta-feira, das 8h às 14h.
Telefone: 

Topo

Equipe

Dra. JUSSARA MARIA PORDEUS E SILVA (BIÊNIO 2021/2023)
Procuradora de Justiça
Ouvidora-Geral

ADENILSON ROBERTO DE OLIVEIRA FILHO
Chefe do Centro de Atendimento ao Público da Ouvidoria-Geral

ALEXSANDRO SILVA DOS SANTOS
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Sede

CHEINE ARAÚJO PEREIRA
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Aleixo

DENYSE SANTOS DE MELO
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Sede

DOROTHY FERREIRA SOARES DE SOUZA
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Sede

DULCILENE AVELINO PEDROSA
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Aleixo

EDVALDO GOMES FEITOZA
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Sede

LUIZA AUGUSTA QUEIROZ MARQUES
Responsável pelo atendimento ao público - Unidade Aleixo

PIETTRA PICANÇO DE OLIVEIRA
Estagiária - Unidade Sede

SARAH LOPES FREITAS
Estagiária - Unidade Sede

Topo

Legislação da Ouvidoria-Geral

Lei Complementar n.º 011/1993: dispõe sobre a Lei Orgânica do Ministério Público do Estado do Amazonas e dá outras providências.
Resolução n.º 029/2007 - CPJ: dispõe sobre a instalação da Ouvidoria-Geral do Ministério Público do Estado do Amazonas, regulamenta a indicação e escolha do Ouvidor e dá outras providências.

Topo

Relatórios de Atividades - COVID-19

Acompanhe os relatórios de registros de manifestações recebidos na Ouvidoria-Geral relativas à COVID-19.

Relatório de Atividades - 01.01.2020 a 15.04.2020 - COVID-19

Relatório de Atividades - 16.04.2020 a 30.04.2020 - COVID-19

Relatório de Atividades - 01.05.2020 a 15.05.2020 - COVID-19

Relatório de Atividades - 16.05.2020 a 31.05.2020 - COVID-19

Topo

Ouvidoria-Geral da União (CGU/OGU)

A Ouvidoria-Geral da União, ligada à Controladoria-Geral da União (CGU), é responsável por receber, examinar e encaminhar denúncias, reclamações, elogios, sugestões e pedidos de informação referentes a procedimentos e ações de agentes, órgãos e entidades do Poder Executivo Federal.

Para facilitar o contato com os órgãos do Poder Executivo Federal, a CGU desenvolveu um sistema eletrônico (Fala.BR) para recebimento e análise de manifestações. Esta ferramenta funciona de forma integrada, pois permite escolher para qual órgão direcionar uma manifestação.

Em virtude do amplo uso das redes sociais, a Controladoria-Geral da União (CGU) passou a disponibilizar aos usuários o serviço de envio de manifestações por mensagem privada (inbox) pelo Facebook. Para realizar sua manifestação basta acessar o perfil oficial da CGU no Facebook e encaminhar sua denúncia, reclamação, solicitação, sugestão e elegios referentes aos serviços, políticas e recursos federais.

O objetivo é disponibilizar um canal prático e acessível para o cidadão se comunicar com a Administração Pública, e poder contribuir para a identificação de irregularidades e melhorias da qualidade dos serviços.

Para maiores informações e esclarecimentos, basta clicar aqui e acessar o endereço eletrônico da CGU.

Como funciona

A partir da mensagem privada, a CGU faz o registro da manifestação no Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (Fala.BR) e informa o número de protocolo para que o próprio cidadão possa acompanhar o atendimento e consultar a resposta.

 

Rede de Ouvidorias Públicas do Amazonas

A Rede de Ouvidorias Públicas do Amazonas foi criada oficialmente na data de 08 de novembro de 2018, na ocasião do 2º Simpósio de Nacional de Ouvidorias, realizado no auditório Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), quando foi assinado o Protocolo de Intenções n.º 01/2018 por representantes das Ouvidorias dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e mais o Ministério Público.

A Rede tem o escopo de promover a cooperação mútua e a articulação entre as ouvidorias do Estado, de modo a possibilitar a integração de suas atividades, ações, intercâmbio de informações e integração de processos e sistemas para o compartilhamento das manifestações registradas pelos cidadãos nos órgãos, fortalecendo, desse modo, a ferramenta de transparência pública, o controle social e a democracia participativa.

Topo

Atualizado pela Ouvidoria-Geral do Ministério Público do Estado do Amazonas em 03/09/2021.