PGJ vai à Aleam e reforça argumentos contra construção de presídio federal no Amazonas

ap-debate-a-construcao-do-presidio-federal-no-municipio-de-iranduba-e-suas-implicacoes-hf-23 1

O Procurador-Geral de Justiça, Carlos Fábio Braga Monteiro, foi à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) nesta sexta-feira, 24 de novembro, para reforçar os argumentos defendidos pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) contra a construção de um presídio federal no município de Iranduba, localizado na região metropolitana de Manaus.
O PGJ foi um dos convidados a participar da audiência pública proposta pelo Deputado estadual Josué Neto para discutir o tema.

Deputados, representantes da Defensoria Pública do Estado, Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Amazonas (OAB-AM), Câmara Municipal de Iranduba e ex-prefeitos do município também participaram da audiência.


O Deputado Josué Neto abriu a audiência apresentando dados de uma pesquisa realizada junto à população de Iranduba, nos últimos dias 22 e 23, que revelou que 55,9% das pessoas ouvidas são contra a construção do presídio, e 40,5% são a favor. O levantamento revelou ainda que 57% acreditam que a unidade vai gerar insegurança no município, e 64,4% acreditam que o impacto da construção do presídio será negativo para a Cidade Universitária.

O Procurador-Geral de Justiça, Fábio Monteiro, deu continuidade aos trabalhos. Na tribuna, o PGJ fez uma análise sobre a dinâmica do crime organizado no Amazonas e os reflexos no sistema prisional do Estado.


O Procurador-Geral foi enfático ao afirmar que a construção de um presídio federal no estado será um retrocesso no combate à criminalidade. “Nós acompanhamos um massacre absurdo no início do ano, tendo graves problemas com uma facção criminosa. O presídio federal se destina a receber os chefes de organizações criminosas que operam em todo o país, então vamos potencializar os riscos de situações como a do massacre ocorrido em janeiro, fora o fato de que esse presídio estará muito próximo dos maiores produtores de cocaína do mundo, o que contribuirá para o fortalecimento dessas facções, pois estarão mais próximos dos seus principais fornecedores de droga, seria como transformar essa unidade prisional em um escritório para o crime organizado dadas as facilidades de comunicação entre bandidos e produtores de drogas ”, alertou.

 

Mais Presídios Estaduais


Durante a exposição, o PGJ defendeu a construção de mais presídios estaduais no Amazonas. “O que precisamos é construir presídios estaduais para contribuir com a diminuição da superpopulação carcerária, a fim de que os presos possam cumprir suas penas e voltarem ao convívio social de maneira que não voltem a praticar crimes”, afirmou.

Todos os deputados presentes se manifestaram a favor do posicionamento do MP-AM contra a instalação da unidade prisional federal no Amazonas.

Dois vereadores de Iranduba que participaram da audiência, afirmaram que a população está temerosa com a construção da Unidade. O presidente da Câmara de Iranduba, Alessandro Karbajal, avalia que a unidade prisional vai afetar a economia do município ao prejudicar o mercado imobiliário. “O município cresceu com o boom imobiliário, mas esse presídio vai ser ruim para a cidade. Ninguém quer morar do lado de um presídio”, afirmou.

Ao fim da audiência, o deputado Josué Neto , sugeriu que cada órgão faça um documento se posicionando contrário à construção da unidade prisional federal no município de Iranduba. “Na audiência chegamos à mesma conclusão que o Ministério Público já havia alertado de que essa estrutura será negativa tanto para Iranduba, quanto para o Amazonas”, disse.


O deputado lembrou que outros estados, como a Paraíba e Santa Catarina, também rejeitaram a construção do presídio. Ele destacou que a unidade vai gerar custos para o Estado em algumas áreas, como a saúde pública, já que o presídio federal não tem unidade hospitalar interna e os detentos são atendidos nas unidades de saúde estaduais.


Últimas Notícias
“O MP nas Escolas” – Programa vai a Escola Municipal na zona centro-sul da Capital

Notícias
  Na última quinta-feira (19), a equipe do programa “ O MP nas Escolas” visitou a Escola Municipal Prof....
MP-AM denuncia escrevente cartorário por falsificação de documento oficial em Manicoré

Notícias
O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Manicoré, ofereceu à...
CSMP divulga listas de inscritos em processos de Remoção no Interior e na Capital

Notícias
O Conselho Superior do Ministério Público do Estado do Amazonas publicou, na edição do dia 18 de abril de 2018, do...
Ceaf apresenta Coletânea de Atos Administrativos 2017

Notícias
Está disponível no portal do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) a edição de 2017 da Coletânea de...