Começam os preparativos para o julgamento dos acusados de matar o delegado Oscar Cardoso Filho

 

CONDENA JOVEM TJ

 

Marcado para o próximo dia 25 de agosto de 2017, o julgamento dos acusados de assassinar o delegado de Polícia Civil, Oscar Cardoso Filho, já começa a movimentar órgãos e autoridades locais envolvidas no evento. Além do credenciamento dos veículos de comunicação que vão fazer a cobertura jornalística, o Juízo da 2ª Vara do tribunal do Júri determinou ainda restrições de acesso às dependências do prédio e também do registro de imagens do julgamento, que será realizado no Fórum Ministro Henoch Reis, na zona Sul de Manaus.

As medidas, segundo o autor da denúncia, Promotor de Justiça Edinaldo Aquino Medeiros, são necessárias para assegurar as garantias constitucionais da ampla defesa e garantir a segurança da realização do julgamento. “Sustentamos a tese de que os acusados planejaram e executaram um crime bárbaro, devendo ser condenados às penas da lei. Nossa expectativa é de que o julgamento se realize sem incidentes e sem mais adiamentos, pois, a melhor justiça é a que se realiza com a maior brevidade possível, prestando contas à sociedade”, declarou o Promotor de Justiça.

Apenas quatro dos cinco denunciados pelo MP-AM estarão presentes no julgamento: Messias Maia Sodré, Diego Bruno de Souza Moldes, Mário Jorge Nobre de Albuquerque (Mário Tabatinga) e Marcos Roberto Miranda da Silva (Marcos Pará). João Pinto Carioca, o João Branco, que está preso na Penitenciária Federal de Catanduvas, no interior do Paraná, será interrogado por meio de videoconferência.

O credenciamento de imprensa teve início nesta quinta-feira, 17 de agosto, junto à Divisão de Divulgação e Imprensa do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas. Somente profissionais de veículos credenciados terão permissão para acessar as dependências do Fórum destinadas ao julgamento. Não será feito o credenciamento individual de repórteres. Também não será permitido o ingresso de câmeras de qualquer tipo e telefones celulares no plenário onde ocorrerá o julgamento. Os interessados podem obter mais informações sobre o credenciamento no portal do TJ-AM <www.tjam.jus.br>.

No dia do julgamento, o acesso ao Fórum Ministro Henoch Reis será pela porta principal, com entrada pelo detector de metal e revista. Os jornalistas credenciados deverão se dirigir às equipes de segurança para ter acesso ao plenário, apresentando seu crachá funcional ou RG, ou Registro Profissional. O acesso será confirmado por meio da listagem de profissionais credenciados.


Últimas Notícias
Servidores demitidos em período eleitoral serão indenizados pelo Município de Maués

Notícias
Em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Estado do Amazonas, o Município de Maués foi condenado...
MP-AM vai à Justiça pela renovação e manutenção dos veículos de transporte coletivo de Manaus

Notícias
A 81ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa do Consumidor (Prodecon) ajuizou na última...
MP-AM denuncia estado falimentar da Fucapi e vai à Justiça para impedir novas matrículas

Notícias
O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da 47ª Promotoria de Justiça Especializada em...
Sai a lista de inscritos para Remoção à 2ª PJ de Parintins

Notícias
O Conselho Superior do Ministério Público do Estado do Amazonas (CSMP) divulgou hoje, 16 de janeiro de 2018, no...